Reflexão final sobre a experiência de aprendizagem em PPEL

A minha experiência de aprendizagem na Unidade Curricular Processos Pedagógicos em eLearning começou de uma forma um pouco ortodoxa. Sou aluno em regime parcial e quando fiz a matrícula para o 1º semestre do Mestrado em Pedagogia do eLearning, segui o programa do mesmo, ou seja, matriculei-me em duas unidades curriculares. Conforme o “Guia do Curso”, as unidades curriculares para o 1º semestre para alunos em regime parcial são “Educação e Sociedade em Rede” e “Modelos de Educação à Distância”, foi nessas duas que eu me matriculei.

Passados algum tempo tem início o mestrado com a abertura da Unidade Curricular de ambientação MAmb0 e eu, como qualquer caloiro, iniciei o mestrado cheio de entusiasmo, com uma grande expetativa e com o nervosismo inicial que, penso, deve ser comum a todos os que iniciam uma jornada como esta.

Muito perto do fim do “MAmb0” surgem, na minha plataforma de elearnig do mestrado, duas novas unidades curriculares – “Educação e Sociedade em Rede” e Eu, na maior das ingenuidades, e pecando por não ir confirmar se eram aquelas as unidades curriculares em que tinha-me matriculado, fiquei automaticamente convencido de que seriam as UCs que teria de “mestrar” no semestre.

Só passados quase dois meses, numa troca de emails com a coordenação do mestrado, me apercebi que não deveria estar a cursar a UC PPEL. Graças à sua colaboração e compreensão tudo foi resolvido, estou atualmente matriculado em PPEL, e estou, neste momento, a elaborar o trabalho final da Unidade Curricular.

Relativamente ao desenrolar da Unidade em si. Começamos com a apresentação do Contrato de Aprendizagem. Depois de o ler, no fórum criado para o efeito, discutimos os conteúdos da Unidade, as propostas de tarefa, quando deveriam ser apresentadas e a avaliação.

Logo de seguida passamos para a Temática I – A Pedagogia do eLearning. Esta temática era dividida em duas tarefas.

A primeira consistia na publicação de uma bibliografia anotada, com dois itens, relativamente ao tema “Pedagogia do eLearning e Papel do Professor Online.

No meu primeiro item fiz a anotação do Estudo “O papel do e-professor: na plataforma de e-learning e-raízes – redes” de  Nuno Oliveira e de Maria Barbas. O referido estudo de caso incidia sobre a implementação do e-learning na Escola Superior de Educação de Santarém. O estudo conclui, através de um caso prático, que o papel do e-professor sofre alterações, relativamente ao professor do ensino presencial, uma vez que, descentralizada a aprendizagem, passando o estudante a estar no centro dessa mesma aprendizagem, passa a ocupar um papel de mediador, gestor e facilitador do processo de ensino-aprendizagem.

No segundo item fiz a anotação do artigo de Julio Cabalero “ Bases pedagógicas del e-learning”. No referido Artigo, o autor apresenta uma visão abrangente relativamente à temática da aprendizagem em regime de eLearning. Apresenta uma definição do que é aprendizagem online e as suas caraterísticas próprias e refere o elevado otimismo colocado no ensino online relativamente à elevada taxa de absentismo verificada.

A segunda tarefa da temática I consistia na produção de um artefacto, relativo à temática em questão, e publicá-lo na web.

O meu artefacto consistiu num vídeo. Tendo como base o excerto de um filme, em inglês, onde acontece um diálogo entre dois personagens, inverti as falas, uma a uma, de modo a que, ao ouvirmos, parecesse-nos uma língua desconhecida. Seguidamente legendei o filme de modo a ficássemos com a ideia de que os personagens estavam a discutir a temática apresentada. A ideia pareceu original mas, durante a execução do artefacto, arrependi-me algumas vezes. Foi muito mais trabalhoso de que pensei inicialmente. Gostei do resultado final, valeu a pena.

Veio depois a Temática II – Os Personal Learning Environments. Esta temática também foi dividida em duas tarefas.

A primeira tarefa consistiu na publicação de uma bibliografia anotada sobre os “Personal Learning Environments” com 2 itens.

No primeiro item fiz a anotação do capítulo 5 da tese de mestrado do professor José Mota. Neste capítulo, o Professor José Mota debruça-se especificamente sobre os PLEs. Aqui ele apresenta quais os seus pontos fortes e pontos fracos e onde se tocam ou se afastam dos LMSs e dos VLEs.

O segundo item consistiu na anotação do artigo de Mark van Harmelen “Personal Learning Environments”. Neste artigo o autor, além de apresentar os motivos que deram origem ao surgimento dos PLEs e de desfazer algumas dúvidas terminológicas, apresenta, com algum grau de pormenor, as diversas dimensões que caracterizam um espaço de PLEs.

A segunda tarefa da Temática dois consistiu na elaboração uma representação visual do meu PLE, acompanhada de uma descrição comentada da mesma. Montei uma imagem onde estou eu a interagir com o meu PLE da altura e fiz a descrição de como era, na altura. Neste momento o meu PLE já esta diferente. Como é sabido não existe um PLE final, este evolui paralelamente à evolução da nossa aprendizagem.

A Temática III, “Desenho da aprendizagem online”, na qual se inclui esta reflexão final, dividia-se em três fases.

A primeira consistia na participação no OLDS MOOC e apresentação do eportfólio da participação no mesmo. Iniciei esta atividade com um grande entusiasmo e expetativa. Ia participar num curso online com pessoas de toda a parte do mundo, ia ser uma experiencia nova muito enriquecedora. Cedo percebi que não ia correr bem, não me estava a ambientar. Os meus parcos conhecimentos da língua inglesa estavam a impossibilitar-me de acompanhar o OLDS MOOC. Os vastos recursos disponibilizados, as mais variadas publicações, nos mais variados locais, associados à minha lenta e difícil leitura em inglês estavam a fazer-me perder o rumo. Na semana seguinte tive de começar, eu próprio, a publicar em inglês. Demorei duas horas para escrever um pequeno texto num inglês de qualidade muito duvidosa. Esta foi a gota de água, eu não estava a conseguir acompanhar, não valia a pena insistir, tive de fazer algo que me é muito difícil de fazer e que não me quero habituar, desistir.

Pedi ao Professor José Mota para fazer a atividade alternativa da Temática III, “Desenho da aprendizagem online”. Na atividade alternativa o OLDS MOOC foi substituído por três tarefas. A primeira consistiu em explorar os recursos disponibilizados pelo professor e outros relativamente às abordagens pedagógicas cognitivo-behaviorista, social construtivista e conectivista e quais os tipos de atividades de aprendizagem que melhor se coadunam com cada uma destas abordagens. De seguida elaborei uma tabela para melhor explanar a conciliação das abordagens relativamente às atividades de aprendizagem.

A segunda tarefa consistiu na produção de um artefacto, tendo como tema “Os aspetos mais relevantes em termos do desenho da aprendizagem e das atividades online”. Aproveitei para fazer um Prezi. Como nunca tinha feito nenhum e já algum tempo que andava curioso com a ferramenta, aproveitei a oportunidade, é uma ferramenta com muitas potencialidades. Não resultou um Prezi de grande qualidade, o meu próximo será mais elaborado.

A terceira tarefa foi a elaboração de um primeiro esboço da atividade online a desenhar e quais as linhas gerais da sua fundamentação pedagógica. Comecei por pensar numa atividade online enquadrada num curso de auto-ajuda para pessoas com personalidade tímida. Depois de apresentar o projeto ao Professor Mota, este aconselhou-me a repensar o tema. A temática era ambígua e, devido a diversos fatores, não era a mais adequada para um projeto de quem se inicia no desenho de atividades online. Seguidamente e após o conselho do Professor Mota em escolher um tema dentro da temática “e-skills”, enveredei pelo tema “Criar uma Personal Learning Network” baseada na criação de contas e utilização de ferramentas como o Twitter, Facebook, Blog Diigo e Google Reader. Voltei a apresentar o projeto para aprovação e o feed back aconselhou-me a limitar a abrangência, o projeto era ambicioso demais para o tempo que eu propunha. Decidi, por fim, fazer um projeto de atividade tendo como tema “Criar um Blog Pessoal.

Seguiu-se a fase 2 da temática III “Desenho de uma atividade de aprendizagem online”, composta por duas tarefas. Uma delas foi o “Desenho da atividade de aprendizagem online” especificamente e outra é uma reflexão final. Relativamente a toda a aprendizagem online, em geral, e ao desenho da atividade, em particular, mais uma vez, percebi que fazer algo é sempre mais difícil do que se pensa inicialmente. Comecei por tentar construir a atividade online no FreeMoodle, não consegui, pensava que bastava registar e criar um curso, não é assim que se processa, penso que teria de propor um curso para aprovação e só depois o FreeMoodle me disponibilizaria o espaço. Como se prevê, percebi isso depois de várias tentaivas e erro. Decidi construir a minha atividade online no Coursesites.com. Também não foi tarefa fácil, a plataforma do Coursesites, na minha perspetiva, não é “amigável”. Só depois de muita luta e de muitas tentativas e erros consegui criar a atividade, e, mesmo assim, não ficou como eu pretendia. Acho que serão necessárias muitas mais horas de utilização do Coursesites para perceber melhor o seu funcionamento.

Finalmente, como segunda atividade da fase 2 da Temática III e como derradeira tarefa da UC “Processos Pedagógicos em eLearning”, encontro-me a fazer a reflexão final. Quero dizer que esta foi uma aventura muito gratificante para mim. Foi uma experiência muito enriquecedora que me capacitou com competências, que, com certeza, irão alargar os meus horizontes durante o percurso do mestrado e, posteriormente, durante a minha vida profissional e pessoal. Apesar das dificuldades que senti, nas mais diversas temáticas, naturais de quem não tem uma formação de base em educação, sempre me senti acompanhado e orientado. Além dos conteúdos programáticos, que têm como objetivo tornar-me num e-professor, quero referir que aprendi muito pelo exemplo, talvez seja esse o maior aprendizado desta UC. Ao observar a postura e o comportamento do docente fiquei a saber como quero ser quando for e-professor.

Sítios das diversas tarefas da UC “Processos Pedagógicos em eLearning”

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Processos pedagógicos em eLearning com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s